Leituras de Setembro/2017

Chegou o dia de conversarmos sobre as leituras do mês! Bora? 🙂

ol-desertomst

Pensa em um destino bonito esse livro ter surgido na minha vida? Chegou despretensiosamente mas já percebi que vai ficar por bastante tempo.

Durante toda a leitura, pensei estar lendo uma mega e singela poesia. Tem uma história linda demaaais, e a primeira e última frase conseguiram me arrebatar completamente.

Fica a dica de um livro curto e profundo em certo sentido, mas de uma delicadeza impressionante…

 

 

 

cia_letras_clarissa_bolso

Sinceramente? Está difícil passar um mês sem estar acompanhada de Erico Verissimo; como faz?

Este livro é um pouco diferente de todos os outros que li do autor, remete mais ao romance e à poesia, como ele próprio disse. Mas de forma alguma achei este ponto negativo.

Clarissa me cativou, assim como todos os outros personagens – até o mais carrancudo, admito -. Está aqui uma recomendação não muito feita por aí, mas que vale muito a pena.

 

 

 

download (1)

QUE. LIVRO. SENSACIONAL

Desculpa, não tenho nem como colocar em palavras o que senti por essa narrativa – além dessa capa maravilhosa -, mas vou me esforçar um pouquinho.

Tá, depois de ficar muito tempo pensando no que escrever, só me veio à memória recomendá-lo. Para quem gosta de se aventurar na filosofia e sociologia, esse livro é um prato cheio!

E o final? Incrivelmente sensacional. É daquelas histórias que dificilmente sairão da sua cabeça. Se prepara!

 

 

11034 - iniciacao.indd

Esse já é voltado à teoria, mas resolvi compartilhar mesmo assim; acho que não foge do contexto.

Desse não tenho muito o que pontuar também, mas adorei ter lido. Cita muitos autores que eu desconhecia completamente, e informa muito em poucas páginas.

Para quem, assim como eu, tem interesse nas letras, fica a recomendação 😉

 

 

 

 

E esse mês foi isso. Repleto de leituras incríveis que me fizeram crescer como pessoa e também como leitora.

Mas e você? Me conta o que leu por esses dias que eu fico curiosa! Até mais 🙂

Anúncios

Conto: Homem de areia

Ontem finalizei o conto Homem de areia, que se encontra no livro Contos fantásticos do séc XIX. Se eu adorei a leitura? Sem dúvidas! Tanto que estou aqui para falar sobre ele. Mas a parte da história em que posterguei esse conto por longos anos eu pulo.

754822

Não falarei a sinopse porque todo mundo pode dar um google e encontrar, não é verdade?

O conto já começa deixando o leitor curioso sobre o desenvolvimento da história, mas aqui vai uma dica: não acontecerá nada do que você está imaginando! E o final? Ah, o final vai te deixar de queixo caído e cabelo em pé!

Natanael, personagem principal, parece estar a todo momento completamente sóbrio, mas seus relatos são duvidosos constantemente. Cabe ao leitor, e ao desenrolar da leitura, julgar se o mesmo encontra-se delirando, ou apenas relatando plenamente o que viu. A interpretação é essencial na narrativa, o que acaba por deixar tudo ainda mais fascinante. Posso afirmar que ainda me pego pensando na história e até, pasmem, em algumas falas.

Quando falamos de clássicos para algumas pessoas, nota-se claramente o desprezo pela história; mas humildemente, julgo essa leitura ser um ótimo caminho para adentrar ao mundo clássico, e perceber que as palavras podem te levar facilmente a outro mundo, outra época.

Fica aí a dica de, mais que um entretenimento, um aprendizado com as fantásticas letras, que poderá te fazer olhar o mundo literário sob uma nova perspectiva.

Leituras de Agosto /2017

Não sei vocês, mas eu sempre espero o final do mês ansiosamente para ver o que as pessoas por aí leram de bacana. E por isso, hoje vim mostrar o que eu li nesse pequeno mês de agosto (e cai entre nós, foi só livro que fez meu coração mais feliz!)

  • Aos 7 e aos 40

Baixar-Livro-Aos-7-e-aos-40-João-Luis-Anzanello-Carrascoza-em-PDF-ePub-e-Mobi-ou-ler-online-370x494

Comecei o mês lendo essa coisa linda. Confesso que mesmo depois de alguns dias, me pego refletindo a respeito!

Apesar de curtinho, traz uma leveza ao leitor inexplicável. Mostra a diferença e o amadurecimento que a idade conquista.

Livro de uma sensibilidade enorme, e com certeza deve ser muito propagado por esse mundão.

 

 

 

 

  • O continente vol. 2

11978_gg

Comecei minha aventura pelo O tempo e o vento em Julho, e viciei! Descobri a magia que Erico Verissimo possibilita através de sua escrita; e com esse livro, não foi diferente.

Quem me acompanha no skoob talvez tenha visto meus históricos super elogiosos a respeito. Me arrisquei em concluir que o volume 2 foi ainda melhor e mais envolvente, que o primeiro.

Para quem quer uma história longa (sete volumes), envolvente e que com certeza deixará saudade ao seu término, fica a recomendação de um senhor livro!

 

 

  • Felicidade conjugal

2874494

Esse foi uma recomendação (e cai entre nós, que recomendação!). Estava eu, à procura de um livro Russo para obter novas experiências, e eis que me surge este.

No começo, pensei em ser o Orgulho e Preconceito de Tolstói, mas não havia percebido a sutileza inserida por detrás da história.

Se trata da realidade, senhoras e senhores! A vida amorosa exatamente como ela é.

Nenhum tapa será tão bom como esse, vejam só vocês!

 

 

Esse foi um mísero resumo das minhas leituras durante o mês de Agosto, mas espero que vocês realmente se interessem e leiam esses livros (Vai por mim, vai valer a pena!).

Novo projeto: 100 livros essenciais da literatura mundial

Não, você não está tendo alucinações, eu estou de volta! E um pouco mudada, não vou negar. Ao longo de um ano afastada desse site, muita coisa dentro de mim mudou, e isso consequentemente passou a influenciar as minhas leituras. Minha preferência de gêneros literários se alterou um pouquinho, e precisei voltar para compartilhar tudo com vocês.

Agora mesmo, decidi fazer parte do projeto 100 livros essenciais da literatura mundial, e espero que alguns de vocês me acompanhem nessa! O intuito deste movimento é ler todos os livros da lista, uma vez julgados essenciais da nossa linda literatura; e para isso, disponibilizarei abaixo todos os livros e a classificação dos (poucos) que eu já li.

  1. Ilíada, de Homero

2. Odisseia, de Homero

3. Hamlet, de William Shakespeare

4. O Engenhoso Fidalgo Dom Quixote de la Mancha, de Miguel de Cervantes

5. A Divina Comédia, de Dante Alighieri

6. Em Busca do Tempo Perdido, de Marcel Proust

7. Ulisses, de James Joyce

8. Guerra e Paz, de Leon Tosltói

9. Crime e Castigo, de Fiódor Dostoiévski

10. Os Ensaios, de Michel de Montaigne

11. Édipo Rei, de Sófocles

12. Otelo, de William Shakespeare

13. Madame Bovary, de Gustave Flaubert

14. Fausto, de Johann Wolfgang von Goethe

15. O Processo, de Franz Kafka

16. Doutor Fausto, de Thomas Mann

17. As Flores do Mal, de Charles Baudelaire

18. O Som e a Fúria, de William Faulkner

19. A Terra Desolada, de T. S. Eliot

20. Teogonia, de Hesíodo

21. Metamorfoses, de Ovídio

22. O Vermelho e o Negro, de Stendhal

23. O Grande Gatsby, de Francis Scott Fitzgerald

24. Uma Temporada no Inferno, de Arthur Rimbaud

25. Os Miseráveis, de Victor Hugo

26. O Estrangeiro, de Albert Camus

27. Medeia, de Eurípides

28. Eneida, de Virgílio

29. Noite de Reis, de William Shakespeare

30. Adeus às Armas, de Ernest Hemingway

31. O Coração das Trevas, de Joseph Conrad

32. Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley

33. Mrs. Dalloway, de Virginia Woolf

34. Moby Dick, de Herman Melville

35. Histórias Extraordinárias, de Edgar Allan Poe

36. A Comédia Humana, de Honoré de Balzac

37. Grandes Esperanças, de Charles Dickens

38. O Homem sem Qualidades, de Robert Musil

39. As viagens de Gulliver, de Jonathan Swift

40. Finnegans Wake, de James Joyce

41. Os Lusíadas, de Luís de Camões

42. Os Três Mosqueteiros, de Alexandre Dumas

43. Retrato de uma Senhora, de Henry James

44. Decamerão, de Giovanni Boccaccio

45. Esperando Godot, de Samuel Beckett

46. 1984, de George Orwell

47. A Vida de Galileu, de Bertolt Brecht

48. Os Cantos de Maldoror, de Lautréamont

49. A Tarde de um Fauno, de Stéphane Mallarmé

50. Lolita, de Vladimir Nabokov

51. Tartufo, de Molière

52. As Três Irmãs, de Anton Tchekhov

53. O Livro das Mil e Uma Noites

54. O Burlador de Sevilha, de Tirso de Molina

55. Mensagem, de Fernando Pessoa

56. Paraíso Perdido, de John Milton

57. Robinson Crusoé, de Daniel Defoe

58. Os Moedeiros Falsos, de André Gide

59. Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis

60. O Retrato de Dorian Gray, de Oscar Wilde

61. Seis Personagens à Procura de um Autor, de Luigi Pirandello

62. As Aventuras de Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll

63. A Náusea, de Jean-Paul Sartre

64. A Consciência de Zeno, de Italo Svevo

65. Longa Jornada Noite Adentro, de Eugene Gladstone O’Neill

66. A Condição Humana, de André Malraux

67. Os Cantos, de Ezra Pund

68. Canções da Inocência-Canções da Experiência, de William Blake

69. Um Bonde Chamado Desejo, de Tennessee Williams

70. Ficções, de Jorge Luis Borges

71. O Rinoceronte, de Eugène Ionesco

72. A Morte de Virgílio, de Hermann Broch

73. Folhas de Relva, de Walt Whitman

74. O Deseros dos Tártaros, de Dino Buzzati

75. Cem Anos de Solidão, de Gabriel García Márquez

76. Viagem ao Fim da Noite, de Louis-Ferdinand Céline

77. A Ilustre Casa de Ramires, de Eça de Queirós

78. O Jogo da Amarelinha, de Julio Cortázar

79. As Vinhas da Ira, de John Steinbeck

80. Memórias de Adriano, de Marguerite Yourcenar

81. O Apanhador no Campo de Centeio, de J. D. Salinger

82. As Aventuras de Huckleberry Finn, de Mark Twain

83. Contos – Hans Christian Andersen

84. O Leopardo, de Tomasi di Lampedusa

85. A Vida e as Opiniões do Cavalheiro Tristram Shandy, de Laurence Sterne

86. Uma Passagem para a Índia, de Edward Morgan Forster

87. Orgulho e Preconceito, de Jane Austen

88. Trópico de Câncer, de Henry Miller

89. Pais e Filhos, de Ivan Turguêniev

90. O Náufrago, de Thomas Bernhard

91. A Epopeia de Gilgamesh

92. O Mahabharata

93. As Cidades Invisíveis, de Italo Calvino

94. Oh The Road, de Jack Kerouac

95. O Lobo da Estepe, de Herman Hesse

96. O Complexo de Portnoy, de Philip Roth

97. Reparação, de Ian McEwan

98. Desonra, de J. M. Coetzee

99. As Irmãs Makioka, de Junichiro Tanizaki

100. Pedro Páramo, de Juan Rulfo

É, parece que temos um longo trabalho pela frente, né? Ao longo das minhas leituras, voltarei para atualizar vocês! 🙂

 

Book Haul da Bienal, baby o/

14317574_511315099078698_5332094374951667605_n

E esse mês teve o quê? Isso mesmo, Bienal do livro. E eu dou pulinhos de alegria.

Nesse post vim mostrar para vocês a pequena quantidade de livros que comprei; afinal, não está fácil para ninguém, não é mesmo? Hahaha, bora lá.

P.S¹ Não sei o que está acontecendo, mas o instagram não está querendo entrar no rodapé lateral. Mas de qualquer forma, o user é: oisa._ ♥

P.S² Todos os livros que aqui estiverem, foram comprados por R$10,00. Pasmem!

  • O Começo de Tudo

o-comeco-de-tudo-jpg-1000x1353_q85_crop

Ainda não sei qual o livro mais amorzinho que comprei esse mês. Mas esse é um forte concorrente; tenho que admitir.

Pensa em uma capa que chama atenção por onde passa! Só tenho a dizer que já comecei a ler, estou exalando amor, e o livro já está na fila para ser emprestado em um futuro próximo.

 

 

 

 

 

  • Os Videntes

os-videntes-libba-bray

Qual foi a minha sensação ao ver esse livro por R$10,00? Agarrei ele, abracei, dei um enorme beijo e trouxe para casa, lógico.

Eu o queria desde quando foi lançado e lembro de estar com um preço tanto quanto salgado. Maaaas bienal está aqui para nos consolar.

Com certeza lerei o mais rápido possível para fazer um post para vocês. Aguardem ♥

 

 

 

 

  • Obsessão

thepaperboy-obsessao_filme

 

Não sei quase nada sobre esse livro. Ou melhor, não sei realmente nada. Apenas que se trata de um policial ou algo parecido hahahaha 

Tantas pessoas me recomendaram , que já nem me lembro a quantidade. Também me disseram que não tem nada de fútil, como aparenta. Espero gostar muuuito. Expectativas sobem cada vez mais!

 

 

 

 

  • O sonho de Eva

O Sonho de Eva Capa.indd

 

A quanto tempo esse livro está na minha lista de desejados? Digamos que muito.

Outro com a capa sensacionalmente sensacional. Ainda não sei o que achar da história em si, mas com certeza volto logo com a minha opinião para vocês.

 

 

 

 

 

 

  • Uma pequena casa de chá em Cabul

1282638-250x250

Tudo bem… admito que esse livro só foi comprado por minha pessoa, exclusivamente pela capa. Mas olha para ela. Vê se eu não tenho razão. É maravilhosa; foi inevitável.

Procurei no Skoob sobre ele e felizmente vi que é quase unanimidade 5 ou 4 estrelas. Preciso ler urgentemente.

 

 

Essas foram as minhas pequenas compras dessa Bienal, e consequentemente, desse mês. Espero que tenha gostado da minha escolha e que volte em breve para dar uma olhada na minha opinião sobre esses e outros livros ♥

Leituras de Agosto – 2016

Hoje venho com as minhas leituras de Agosto. Foram  pouquíssimos livros; chega a dar uma pequena dor no coração. Mas foram leituras que me fizeram bem felizinha. Espero que gostem.

Lembrando que se você estiver disposto a dar uma olhadinha no meu Skoob, ele está sempre por aqui.

  • O lado bom da vida

20416349.jpg

O que falar desse livro? Fazia um bom tempo que ele estava adicionado na minha lista de Quero ler do Skoob e finalmente tive a oportunidade de lê-lo.

Eu imaginava que o livro seria totalmente diferente do que na verdade foi. Admito que esperava um pouquinho a mais, sim; mas nada que tenha deixado a leitura menos prazerosa.

Os personagens foram desenvolvidos de uma forma que me fez acreditar que eram totalmente reais. Pat muitas vezes me deixou com os nervos sensíveis, mas quando eu finalmente parei para analisar sua mente, incrivelmente o entendi.

O final não foi absolutamente nada do que imagina e queria ao livro. Mas mesmo assim, não deixo de o recomendar. Cresci junto com os personagens.

  • Jogador N°1

jogador-numero-1-capa

Parece que esse mês foi a vez de ler livros antigos e muito comentados.

Pois bem, chegou a minha vez de ler O jogador N°1. E o que eu achei dele? Então…

Gostei muito do desenrolar da história, dos ambientes criados pelo autor, da criatividade em si. Mas o meu problema foi com o personagem principal. Ele me pareceu querer mostrar que sabe tudo e de tudo. Além de ser bem monótono algumas vezes.

No geral dei 3 estrelas; porque apesar de tudo, adorei ler esse livro e me jogar em uma história completamente diferente de todas as outras que eu já li.

 

  • A culpa é das estrelas

42234877

Tudo bem, só não me julguem, por favor hahahaha Estava eu, a procura de um livro na biblioteca, quando avisto A culpa é das estrelas. E me deu um negócio que eu precisava ler. E assim fiz hahaha 

Já tinha assistido o filme. Talvez seja por isso que não chorei em um longo período da leitura. E se você acompanha o blog a um tempo, já deve ter notado que John Green e eu não nos damos muito bem.

Mas tenho de falar que gostei muito deste aqui. Gostei dos personagens e também da narrativa em si. Com certeza é um livro que vi muitos pontos positivos. É o tipo de história que vai te fazer sorrir e passar raiva na mesma página; se duvidar, até no mesmo minuto.

Vale muito a pena quando se está a procura de uma vibe tranquila. Mas sabemos que de tranquilo, o final não tem nada.

Essas foram as minhas pouquíssimas leituras do mês de Agosto. Sinceramente espero que tenham gostado. Até a próxima 😉

Livros: A vida peculiar de um carteiro solitário

89763890 Bilodo vive a tranquila vida de um carteiro sem muitos amigos nem grandes emoções. Completa diariamente seu percurso de entrega e retorna sempre à solidão de seu pequeno apartamento em Montreal. Mas ele encontrou uma excêntrica maneira de fugir dessa rotina: aprendeu a abrir as correspondências alheias sem deixar rastros e passou a ler as cartas pessoais com as quais se depara.
E foi assim que ele descobriu o primeiro grande amor de sua vida: a jovem professora Ségolène, que mantém uma misteriosa correspondência com o poeta Gaston, composta somente por haicais. Instigado pela elegância e simplicidade de seus versos, Bilodo se vê cada vez mais fascinado por essa forma de poesia.
Mas quando é confrontado com a perspectiva de se ver privado das cartas de Ségolène, ele precisa tomar uma decisão que pode levá-lo mais longe do que podia imaginar. Talvez seja hora de compor seus próprios poemas de amor.

“Peculiar e charmoso com um desfecho bem executado , esta novela traz à mente nada menos do que um Kafka apaixonado” The Guardian

Faz tanto tempo que escrevi um post parecido, que cheguei a conclusão de que não sei mais fazer hahahaha Agora falando do livro……. Complexo. Essa palavra define a experiência de leitura que tive com ele. Sabe aquela sensação de terminar de ler um livro, olhar para a parede e chegar a seguinte conclusão: Eu não absorvi tudo que o livro tentou me passar? Pois é.

O livro é tão poético, que tenho absoluta certeza de que preciso reler. O final é o típico desfecho que vai te fazer parar e pensar. Pensar muito hahahaha

O enredo é repleto de lindíssimos pequenos poemas; o que deixa a leitura muito mais fluída e prazerosa.

Pela foto não dá para ver, mas o livro é curtinho, com uma média de 100 páginas; por isso não vou me estender mais. Recomendo fortemente. A história é linda, cheia de sentimento e algumas coisas relacionadas à cultura japonesa. O final é surpreendente ao extremo, o que acabou me encantando muito mais.

Com certeza, fica na pilha dos livros que preciso reler e dos favoritos da vida ♥ Ah, e te vejo na próxima 😉